Mês: novembro 2017

Publicado em Categoria Eventos

Municípios do Nordeste de Santa Catarina elaboram plano de mobilidade urbana

São Bento do Sul sediará primeira Audiência Pública do projeto no dia 5 de dezembro

Comunicação CAU/SC

No último dia 21, São Bento do Sul recebeu o 5º Seminário Temático do Plano de Mobilidade do município. O evento faz parte da 3ª etapa do PlanoMob, um convênio entre a Universidade Federal de Santa Catarina, a Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina os municípios da região em prol da mobilidade urbana.

A temática discutida no Seminário tratou sobre Transportes Ativos e Acessibilidade por meio da qual os participantes puderam debater sobre os meios de transporte de propulsão humana e a infraestrutura que as cidades oferecem. Participaram do evento, membros das Comissões Técnica e de Acompanhamento (representantes da sociedade civil) do PlanoMob, técnicos da UFSC, entre outros convidados.

A 3ª etapa do PlanMob contemplou também o levantamento de dados primários e secundários, sendo que quanto aos dados primários foram realizadas pesquisa de campo quanto ao fluxo de veículos, ônibus e avaliação do índice de caminhabilidade em pontos específicos da cidade.

O encerramento da etapa em São Bento do Sul, uma das cidades participantes do projeto, acontecerá com a primeira Audiência Pública para discussão do Plano de Mobilidade do município, realizada no dia 5 de dezembro. A colaboração de todos é essencial para a construção de uma cidade acessível.


Publicado em Categoria Eventos

[25/11] Paisagem Cultural – Intervenções Expositivas Resgatando a História Perdida

Curso de Arquitetura e Urbanismo da Unisul remarca atividades para este sábado (25/11)

Comunicação CAU/SC

O evento, que ocorrerá neste sábado, 25, devido as condições climáticas do último final de semana, está sendo promovido pelo Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade do Sul de Santa Catarina – UNISUL. Além disso, a iniciativa conta com a parceria das escolas da região da Grande Florianópolis, estando envolvidos os cursos de arquitetura e urbanismo da UFSC, UNIVALI, Estácio de SC e Universidade Brasil (antiga Barddal).

Trata-se do desenvolvimento de um trabalho de reconhecimento da paisagem urbana na área a Leste da Praça XV de Novembro, também denominada de “Distrito Criativo”. O evento compreende o desenvolvimento de um trabalho realizado de forma colaborativa entre as escolas, oportunizando o reconhecimento e a percepção da evolução da paisagem urbana na região desde o início do século passado até a atualidade.

A atividade, a qual tem o patrocínio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Santa Catarina – CAU/SC, além de promover a integração entre as diversas escolas, agregando suas diferentes experiências e repertórios e integrando estudantes e professores das mesmas, também busca interagir com a população, servindo de parâmetro para a realização de futuras intervenções que considerem a paisagem urbana e a percepção da alteração desta ao longo do tempo.

Umas das atividades programadas é uma exposição de fotos antigas do local, apresentando aos transeuntes as transformações ocorridas e suas influências no cenário urbano, buscando sensibilizar o público sobre as transformações positivas e/ou negativas que as intervenções humanas podem ocasionar. As fotos serão expostas em painéis montados na esquina entre a Rua João Pinto com a Rua Saldanha Marinho no próximo dia 25 de novembro, durante o período entre 09:00 horas e 12:00 horas.

Em caso de ocorrência de chuva neste dia o evento será transferido para data a ser posteriormente divulgada.


Publicado em Categoria Sem categoria

Evento: Cidade & Tecnologia: o que é que Floripa tem?

Movimento Traços Urbanos
http://www.movimentotracosurbanos.com/

Ao longo dos últimos anos a dinâmica da cidade de Florianópolis passou por mudanças significativas, principalmente o perfil populacional, vocacional e “lifestyle” dos habitantes. Contudo, são raros os moradores ou mandatários, que sabem discorrer com propriedade sobre este “novo jeito de viver” de Floripa.

Florianópolis é a cidade mais tecnológica do Brasil, e há diversas empresas de classe mundial querendo se instalar aqui. Porém quantos de nós sabem disso? Tampouco sabemos quais são exatamente as tecnologias originadas em Florianópolis, aonde elas estão, em que se aplicam e o que elas trazem de bom para o mundo.

Atentos as demandas da sociedade a Softplan e o Movimento Traços Urbanos apresentam Cidade e Tecnologia: o que é que Floripa tem?

O objetivo deste encontro é apresentar os recursos tecnológicos nas áreas de construção, sustentabilidade, arquitetura e políticas públicas. A partir desta capacidade já instalada conhecer estes resultados, levantar outras demandas e discutir novas possibilidades que podem ser desenvolvidas aqui.

O evento é uma excelente oportunidade para os profissionais e estudantes que atuam em setores relacionados, de tomar conhecimento de recursos tecnológicos que auxiliarão no  diagnóstico, planejamento, implementação, manutenção e monitoramento de suas atividades.

PROGRAMAÇÃO

13:30 – Recepção e Abertura

14:30 – Primeiro Painel: Participação Cidadão Social

  • Participantes:
    • Participação Cidadão: Nicole Franco – Diretora de Operações do Snapgood e Carlos Augusto Alperstedt – Diretor de Investimento na SCPre.
    • Observatório de Inovação Social – Dra. Graziela Dias Alperstedt – Professora e Pesquisadora na Universidade do Estado de Santa Catarina
    • Política Social: Icom – Mariane Maier Nunes – Gerente Executiva e Diretora do Social Good Brasil
    • Mediador : Eng. Olavo Kucker – Presidente do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável e Diretor DUX Arquitetura e Engenharia

15h30 – Intervalo

16h00 – Segundo Painel: Mobilidade e Infraestrutura Urbana

  • Participantes:
    • Mobilidade: Rodolfo Guidi – Coordenador Técnico do Consórcio Fênix, mestre em Transport Planning and Management, especialista em ITS (Intelligent Transport Systems), ex-membro daTransport Planning Society, Transport Economists’ Group e da Sign Design Society.
    • Infraestrutura: Marcus J. Rocha – Superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secretaria Municipal de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico, e Eng. Olavo Kucker – Presidente do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável e Diretor DUX Arquitetura e Engenharia.
    • Sustentabilidade: Arq. Andrea Triana – Diretora DUX Arquitetura e Engenharia Bioclimática. Pesquisadora LabEEE – PhD Visiting Research Student Oxford Brookes
    • Mediador : Maria José – Engenheira Civil

17:00 – Palestra Softplan: O que a tecnologia está fazendo para ajudar as cidades?

  • ​​Palestrante: Marcus Vinícius Anselmo – Diretor de Novos Negócios da Softplan

17:40 – Palestra: O que Floripa tem? Como Florianópolis está trabalhando o incentivo a tecnologia e como esta usando a tecnologia para a gestão da cidade

  • Palestrante: Marcus J. Rocha, Superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secretaria Municipal de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico

18h15 – Palestra: Cidades, Inovação, Empreendedorismo, Conectividade, Sustentabilidade: O que tudo isso tem em comum?

Palestrante: Altair Assumpção – Sócio Mindset Ventures, Conselheiro da empresa TECVERDE, do IDS – Instituto Democracia e Sustentabilidade e da InovAmfri – Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí.


Publicado em Categoria Sem categoria

Não votou nas Eleições do CAU? Veja como justificar sua ausência

Comunicação CAU/SC

Arquitetos e urbanistas que não votaram nas Eleições do CAU 2017, no dia 31 de outubro, já podem justificar a ausência pelo SICCAU. Não é preciso apresentar nenhum documento ou comprovante para realizar o procedimento. Precisam fazer o procedimento apenas os profissionais listados no Colégio Eleitoral, que tenham menos de 70 anos e que não concluíram a votação.

O voto nas eleições do CAU é obrigatório a todos os arquitetos e urbanistas, conforme o art. 26 da Lei 12.378/2010, regulamentado pelos arts. 49 e 50 da Resolução CAU/BR 122/2016. O profissional que não votou e que deixar de fazer a justificativa até o dia 31 de dezembro será multado no valor de 5% da anuidade vigente, nos termos do art. 54 da mesma resolução.

 

Veja o passo a passo para justificar a ausência:

 

1. Clique aqui para acessar o SICCAU.

 

2. Na página inicial do SICCAU, insira seu CPF e senha.

 

 

3. Ao entrar no ambiente profissional, aparecerá para o arquiteto e urbanista que deixou de votar um alerta no topo da página. Basta clicar no botão “Justificar”.

 

 

4. Em seguida, aparecerá a tela de confirmação abaixo. Clique em “Sim”.

 

 

5. A seguinte mensagem aparecerá na tela: “O procedimento foi realizado com sucesso”.