Publicado em

O algoritmo é uma ferramenta bastante eficaz em cenários diversos. Na era da informação, estamos acostumados a ouvir que eles são ferramentas utilizadas para ajudar a compreender o comportamento do usuário na internet e aprimorar recursos e estratégias digitais. Mas você sabia que este conceito matemático também pode ser aplicado à administração do seu escritório? Este é o assunto do 16º episódio do Empreender Arquitetura. O episódio apresenta os principais conceitos da sistematização do processo produtivo e suas aplicações aos Escritórios de Arquitetura.

Desde as oficinas medievais até fins do século XIX (antes do advento da Administração Científica) o trabalho era realizado pelas pessoas sem um pensamento orientando. Cada um fazia o que tinha de ser feito com um método próprio (eventualmente, aprendido de um mestre). Não havia coordenação e, principalmente, cada artesão ou operário tinha de saber fazer o trabalho todo. Importava apenas O QUE FAZER. Não havia uma discussão sobre COMO FAZER, uma vez que isso estava, literalmente, dentro da cabeça de quem fazia. Uma das coisas introduzidas pela Administração Científica foi a divisão do trabalho em partes mínimas, que pudessem ser desenvolvidas por pessoas diferentes. A lista dessas partes do trabalho, bem como a descrição de como cada uma das tarefas devem ser realizadas, é o que chamamos de Algoritmo. Trata-se de uma importante ferramenta que deve ser utilizada pelo Administrador da Produção para garantir que todas as tarefas que fazem parte do processo sejam realizadas (e sejam realizadas da maneira correta e no tempo certo).

Assista aqui

A série Empreender Arquitetura é veiculada semanalmente no canal do CAU/SC na plataforma YouTube. A realização é do CAU/SC, através da Comissão de Exercício Profissional (CEP), e a produção é do professor Ênio Padilha. Acompanhe as novidades na página do projeto e também pelas nossas redes sociais. Você também pode solicitar o envio dos episódios pelo CAU Comunica, nosso canal no WhatsApp: 48 3225-8111.


Deixe seu comentário