Publicado em

Um novo modelo tecnológico desenvolvido pelo CAU/SC e CAU/BR possibilitará a potencialização da fiscalização de obras nas cidades. A Plataforma de Georreferenciamento Integrado (PGI) será lançada durante o Congresso de Prefeitos – Inovação, Sustentabilidade e Eficiência na Gestão Municipal” no dia 26 de setembro, às 15h45min, na Arena Petry (SC 281, 4000, São José/SC). Um dos principais projetos da gestão 2018/2020, o PGI será apresentado na plenária principal do congresso para chefias do poder municipal de todo o estado.

A plataforma tecnológica georreferenciável foi idealizada para aprimorar os sistemas e procedimentos do CAU/SC. A ferramenta é viabilizada através do IGEO, sistema de informação geográfica criado pelo CAU/BR, capaz de integrar diversas bases de dados. Através da PGI, as prefeituras têm acesso às informações dos canteiros de obras existentes no território do município, potencializando a fiscalização. O serviço é inteiramente gratuito. 

O projeto vem sendo desenvolvido pelo CAU/SC desde agosto de 2018, quando o conselho instituiu um Grupo de Trabalho para estruturar uma plataforma tecnológica que tornasse a fiscalização inteligente.  Desde então, o grupo realizou uma série de diálogos com instituições e prefeituras a fim de apresentar e aperfeiçoar a proposta. Em janeiro deste ano, um convênio firmado com o Consórcio de Informatização da Gestão Pública (CIGA/FECAM) possibilitou a prototipagem do modelo.

Para a presidente Daniela Sarmento, o projeto reforça o posicionamento do CAU pelo aprimoramento e inovação de seus serviços. “O CAU desenvolveu a PGI para dar maior agilidade e eficiência para o processo de fiscalização do exercício profissional, função prioritária do Conselho. Criamos um modelo inteligente com integração de dados a partir da experiência de nosso setor de fiscalização, o que nos possibilitou uma solução acessível e de fácil integração dos dados entre as entidades e instituições que buscam agilidade em seus processos de fiscalização. Agora, esta solução está à disposição das prefeituras e da sociedade”, afirmou.

Com o projeto, também será lançada a página do PGI no site do CAU, onde as prefeituras poderão efetuar o seu cadastro e integrar o sistema.

Uma prévia do projeto também será apresentada nesta terça (24), às 10h, na oficina técnica do CIGA. As vagas são limitadas. Inscrições disponíveis neste link.

O evento também é parte do calendário de ações da Semana ODS, promovida pelo Movimento ODS Santa Catarina, do qual o CAU/SC é signatário. A ação faz alusão a três Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Objetivo 11 (Cidades e Comunidades Sustentáveis), do qual o CAU/SC é patrocinador oficial, e que visa “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”; Objetivo 16 (Paz, justiça e instituições eficazes) Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis; Objetivo 17 ((Parcerias e Meios de Implementação) Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

 

Atualizada em 23/9, às 11h28min

Deixe seu comentário