Publicado em

O Ciclo de Debates Fundamentos para as Cidades 2030 realiza no dia 5 de agosto a última das cinco etapas. O tema é “Os desafios na realização das políticas urbanas pelas Prefeituras e a Agenda 2030“. O evento acontece no formato on-line entre as 14h e 17h. A realização é do CAU/SC, através da Comissão de Políticas Urbanas e Ambientais.

Na última etapa do Ciclo, Márcia Lucena, prefeita de Conde, na Paraíba/PB, falará sobre a importância do planejamento urbano participativo e inclusivo no município. A experiência de elaboração e revisão de planos diretores participativos nos municípios da região da Grande Florianópolis será apresentada pela arquiteta e urbanista Bianca Ana Coelho, assessora de Planejamento Urbano da GRANFPOLIS. O terceiro convidado é o arquiteto e urbanista Claudio Acioly, que atuou como expert em Habitação e gerente sênior do ONU-Habitat, o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, dirigindo os trabalhos de Política de Habitação e Urbanização e Regularização Assentamentos Informais (Favelas).

Inscreva-se aqui

O Ciclo de Debates Fundamentos para as Cidades 2030 é aberto a toda a sociedade. Com os debates, o CAU/SC pretende capacitar gestores, arquitetos e urbanistas e outros profissionais interessados para a realização de revisão de Planos Diretores Participativos (PDPs). Entre as entidades apoiadoras, estão a Onu Habitat, o Instituto Brasileiro de Direito Urbanístico (IBDU), a Associação de Municípios da Grande Florianópolis (Granfpolis), a Federação dos Municípios Catarinenses (Fecam), o Movimento ODS Santa Catarina e a Escola do Legislativo da Assembleia de Santa Catarina, através do programa Qualifica.

.:. Leia também: Fundamentos para as Cidades 2030: uma ferramenta para arquitetos e urbanistas e para a sociedade .:.

Saiba mais sobre os palestrantes:

Márcia de Figueiredo Lucena Lira

A Professora Márcia Lucena começou a sua carreira como educadora aos 17 anos, quando dava aula para crianças. Possui Licenciatura em Educação Artística e Mestrado em Serviço Social, ambos pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB. Atuou na Secretaria de Indústria e Comércio no interior do Estado. Em 2005 foi convidada a assumir a implementação e a coordenação do Programa Projovem em João Pessoa.

De 2005 a 2010 – o Projovem, sob a coordenação da Prof.ª Márcia, teve os melhores índices nacionais dentre todas as capitais do país. Foi Secretaria Executiva de Estado da Educação da Paraíba, entre 2011 e 2012 e, em seguida, assumiu a titularidade da Secretaria de Estado da Educação da Paraíba, de 2012 a 2014 e ainda Presidente da Fundação Cultural do Estado da Paraíba de 2015 a 2016.

Em 2016 disputa as eleições para prefeitura de Conde e com 6.477 (49,10% dos votos) – a mais alta diferença de votos da história da cidade – é eleita a Prefeita de Conde.

Bianca Ana Coelho

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014) e mestrado em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade pela Universidade Federal de Santa Catarina (2019). Desenvolve pesquisa na área de morfologia urbana, configuração, densidades demográficas e residenciais, uso do solo e dinâmicas urbanas. Desde 2014, é arquiteta e urbanista da Associação dos Municípios da Região da Grande Florianópolis, atuando na Assessoria de Planejamento Urbano, onde presta assessoria e consultoria em ações relacionadas ao adequado ordenamento territorial no âmbito das políticas de desenvolvimento urbano, regional e ambiental, bem como desenvolve estratégias, programas, planos e projetos relacionados. Em 2019, tornou-se servidora efetiva do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis, onde atua especialmente na política de regularização fundiária urbana e é representante do instituto na Comissão Técnica de Regularização Fundiária Urbana de Florianópolis. É integrante do Comitê de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Granfpolis desde 2015. Promoveu a criação do Colegiado de Habitação, Regularização Fundiária e Direito à Cidade dos municípios da Grande Florianópolis em junho de 2018 e atualmente está Vice-Coordenadora do Colegiado Estadual de Habitação, Regularização Fundiária e Direito à Cidade vinculado à FECAM.

Claudio Acioly Jr 

é arquiteto e urbanista, especializado em habitação, urbanização de favelas, e gestão do desenvolvimento urbano com mais de 35 anos de experiência adquiridos em mais de 30 países, onde trabalhou com o gerenciamento e execução de programas de habitação e políticas urbanas junto ao PNUD, Banco Mundial, ONU-Habitat, UNECE, CEPAL, GIZ, União Europeia, agências de cooperação bilateral, atuando como assessor residente ou consultor especializado, prestando assessoria técnica a governos locais e nacionais, organizações bilaterais e multilaterais. Durante os últimos 12 anos Acioly atuou como expert em Habitação e gerente sênior do ONU-Habitat, o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, dirigindo os trabalhos de Política de Habitação e Urbanização e Regularização Assentamentos Informais (Favelas), Desenvolvimento de Capacidade e Fortalecimento Profissional e o Programa das Nações Unidas para o Direito à Habitação Adequada. Liderou iniciativas de localização da Agenda 2030 e o ODS 11 em cidades da América Latina e recentemente exerceu a função de gestor de programas da GIZ-Agência Alemã de Cooperação Internacional na América Latina e diretor do Programa da União Europeia para Cooperação Urbana Internacional na América Latina.

.:. Assista às etapas anteriores .:.

 .:. Faça download do manual orientativo Fundamentos para as Cidades 2030 .:.


Deixe seu comentário