Publicado em

Estão abertas as inscrições para três Concursos Públicos de Arquitetura da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (CODHAB/DF). Os arquitetos e urbanistas vencedores das concorrências receberão, além do prêmio, contratos para a produção dos projetos completos no valor total de R$ 5,2 milhões. Desde 2015, a CODHAB já lançou 15 concursos válidos em todo o Brasil.

 

Acesse o Site de Concursos da CODHAB-DF

 

O Concurso Público Nacional de Projetos de Arquitetura para Habitação de Interesse Social, no setor habitacional QNR 06, em Ceilândia está com inscrições abertas até o dia 07 de agosto. Os interessados deverão propor um desenho urbano para ua área de 28,58 hectares, aproveitando o potencial máximo de densidade ocupacional da localidade. O intuito é selecionar o melhor e mais adequado projeto para qualificar o espaço e criar condições de vida mais favoráveis. O investimento na contratação dos projetos será de aproximadamente R$ 2,8 milhões e os três primeiros colocados que apresentarem os melhores resultados serão premiados.

 

Clique aqui para mais informações do Edital CODHAB 003/2018

 

O Concurso Público Nacional de Projeto de Arquitetura e Complementares para Escola Classe (EC), no empreendimento Crixá, em São Sebastião está com inscrições abertas até o dia 06 de agosto. As propostas serão avaliadas por uma comissão julgadora e devem seguir os critérios de conceito e inovação, qualidade arquitetônica e urbanística, sustentabilidade, integração e contextualização urbana, mobilidade, acessibilidade, inclusão social e outros. Serão premiados os três primeiros colocados que apresentarem os melhores e mais adequados projetos. O investimento na contratação dos projetos será de aproximadamente R$ 1,2 milhões e a área destinada à construção da EC é de 8.000,64 m².

 

Clique aqui para mais informações do Edital CODHAB 002/2018

 

O Concurso Público Nacional de Projeto de Arquitetura e Complementares para Centro Educacional (CED), no empreendimento Crixá, em São Sebastião está com inscrições abertas até o dia 30 de julho. As propostas serão avaliadas por uma comissão julgadora e devem seguir os critérios de valorização da acessibilidade e dos espaços públicos, soluções de conforto térmico e eficiência energética, viabilidade técnico-construtiva, economia e eficiência na manutenção, aspectos plásticos e estéticos. Serão premiados os três primeiros colocados que apresentarem os melhores e mais adequados projetos. O investimento na contratação dos projetos será de aproximadamente R$ 1,4 milhões e a área destinada à construção do CED é de 9.500,915 m².

 

Clique aqui para mais informações do Edital CODHAB 001/2018

 

O CAU/BR defende o Concurso Público de Projetos como a modalidade mais ágil para licitação de projetos de Arquitetura e Complementares de Engenharia. Veja as razões:

 

– Em 45 dias após a publicação do Edital, o contratante já tem o estudo preliminar com as definições gerais do projeto

– É a única modalidade de licitação de projetos que permite ao contratante conhecer a proposta antes de contratá-la

– Nas demais modalidades, o administrador público contrata um problema ainda a ser resolvido

– Democratização do acesso ao trabalho, com reflexos positivos no desenvolvimento científico e tecnológico da área

– Melhoria dos espaços públicos pela soma de obras escolhidas por critério de qualidade

 

Em 2015, o Colegiado Permanente com Participação das Entidades Nacionais dos Arquitetos e Urbanistas (CEAU-CAU/BR) realizou o Seminário Internacional sobre Concursos Públicos para Projetos de Arquitetura e Urbanismo, reunindo arquitetos, gestores públicos e órgãos de controle para debater o tema. Saiba mais aqui. 

 

Foto: Vencedores do Concurso CODHAB-DF de Projetos de Arquitetura para Habitação de Interesse Social. Projetos de Almir Antunes Rocha, Felipe Guimarães, Priscila Coli Rocha e Cauê Capillé; Gustavo Panciera Abbad, Rogelio Zanini, Daniel Zanini, Ronald Luis da Cruz Jung, Luzia Olivier Brand, Vinicius Farias, Uilian Marconato, Luara Soares Mayer e Luiz Carlos Barbosa Filho; e Anamélia Adriano, Rodrigo Reche, Felipe Kaspary e Paula Rabel Dilli.


Deixe seu comentário