Publicado em

Na última terça-feira, 9, Daniela Pareja Garcia Sarmento foi eleita presidente do CAU/SC. Como vice-presidente, Everson Martins foi o escolhido entre os conselheiros.

Daniela P. G. Sarmento é Arquiteta e Urbanista pela FURB (2000), mestre em Desenvolvimento Regional FURB (2017) na área de Urbanismo e Gênero, especialista em Planejamento Urbano e Regional FURB (2003) na área de habitação de interesse social, sócia proprietária do escritório Terra Arquitetura e Planejamento Ltda (2000). Atua na área de projetos de arquitetura e desenho urbano, é professora no Curso de Arquitetura e Urbanismo FURB (2007-2017), presidente do IAB – Núcleo Blumenau (2017-2019); membro fundadora da Casa do Arquiteto Egon Belz (2011), articuladora do Movimento de Mulheres da Praça Lilás/ Blumenau (2016).

Confira o texto da presidente:

PALAVRA DA PRESIDÊNCIA

É com grande alegria e entusiasmo que iniciamos esta nova gestão do CAU/SC. Temos o compromisso e responsabilidade de representar os 7.698 arquitetos e arquitetas que compõe este conselho, e cumprir sua principal finalidade: orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão, zelar pela ética e disciplina e pugnar pelo aperfeiçoamento do exercício da Arquitetura e Urbanismo.

Um novo ciclo começa, caracterizado por uma ampla renovação nos quadros de Conselheiras e Conselheiros, com mais equidade de gênero e diversidade de representação, e uma equipe de funcionários capacitados e engajados pela defesa e zelo nas tarefas oriundas do Conselho.

A tarefa que nos cabe é nobre e exigirá eficiência, bem como a construção de relações profícuas com entes públicos e privados, com as demais entidades representativas da categoria e sobretudo com a sociedade civil que necessita da participação efetiva e ampla de arquitetas e arquitetos nas inúmeras e amplas demandas das cidades e dos cidadãos catarinenses. Reiteramos, com isso, os compromissos assumidos durante o processo de campanha os quais expomos os principais aqui:

Função social da profissão
Aproximar o CAU do debate com os arquitetos, entidades públicas e privadas e a sociedade civil, com o objetivo de promover a participação ativa e constante, viabilizando um processo para a promoção da educação urbanística. Contribuir com princípio da arquitetura engajada socialmente que busca o atendimento de todos, para todos, em prol de todos. Estar à frente e defender a qualidade das cidades através dos princípios da reforma urbana e colaborar com a implementação das políticas de desenvolvimento urbano.

Avançar com o processo de fiscalização
Fazer com que o CAU seja efetivamente um órgão de orientação, fiscalização e controle social da atividade de arquitetura e urbanismo, perseguindo a sua finalidade primordial. Abrir um caminho pautado por ações educativas, inclusivas e participativas, buscando consolidar uma cultura de valorização da profissão entre nós os/as arquitetos e urbanistas e com a sociedade, em geral.

Incentivo a universalização da arquitetura para todos
Incentivar a criação de novas oportunidades de mercado, emprego, qualificação e diversidade de força de trabalho. Desenvolver o campo da arquitetura social com objetivo de promover a estruturação de um mercado de trabalho que propicie o atendimento aos 85% da população que constroem sem acompanhamento técnico, onde hoje a arquitetura não alcança. Incentivar a contratação de profissionais para trabalhar em Planejamento Urbano e ATHIS.

Formação cidadã
Sabemos que a formação é um dos pilares fundamentais para o bom exercício da profissão e da realização da arquitetura de qualidade. Por isso, este Conselho deve estabelecer fortes laços com as redes de ensino de arquitetura e urbanismo e com a execução de atividades que tenham como foco este objetivo. Somente com o fomento ao protagonismo das arquitetas e arquitetos fortalecidos por uma boa formação profissional, poderemos contribuir para a transformação social, ambiental, cultural, econômica e política da nossa profissão, da sociedade e das nossas cidades.

Assim sendo, reafirmamos nosso compromisso. Cabe ressaltar o avanço, a experiência e o acúmulo de conhecimento adquirido nas últimas duas gestões, realizadas pelos nossos colegas Conselheiros que nos antecederam, e que juntos possamos dar continuidade a esse legado, focados em nosso aprimoramento constante, na empatia e na cooperação.

Atenciosamente

Daniela Pareja Garcia Sarmento
Presidente CAU/SC


Deixe seu comentário