Publicado em

Daniela Sarmento é presidente do CAU/SC. Além de apresentar um panorama sobre os problemas relacionados à falta de inclusão social no planejamento urbano, ela aborda a questão da exclusão nas grandes cidades pelo recorte de gênero. De acordo com ela, as mulheres periféricas são as mais afetadas pelo descaso do poder público. “Quando a gente traz o assunto da exclusão nas cidades, o público feminino está extremamente vulnerável. As mulheres participam de atividades das comunidades, mas na hora de pensar essas leis elas não estão inseridas.”

Leia a reportagem completa aqui: https://www.sul21.com.br/ultimas-noticias/geral/2018/09/quando-olhamos-para-a-habitacao-de-interesse-social-vemos-a-cidade-como-responsabilidade-de-todos/