Publicado em

Uma palestra com a arquiteta Luiza Dias, integrante do coletivo Arquitetas Invisíveis, encerra a programação do 2ª edição do café “Mulheres e Arquitetura”, promovido pelo CAU/SC no dia 13 de março, mês de luta das mulheres. A programação ocorre no Museu da Escola Catarinense e terá transmissão ao vivo pelo canal do CAU/SC no Youtube. Inscreva-se-aqui

Sobre o coletivo Arquitetas Invisíveis

No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o Coletivo Arquitetas Invisíveis comemorou cinco anos. O movimento das mulheres na arquitetura surgiu em 2014, a partir de uma pergunta simples: onde está inserida a mulher arquiteta no mundo do trabalho e qual o seu reconhecimento pelos profissionais da área?

Com isso em mente, 5 estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília – UnB iniciaram o projeto que logo extrapolaria os limites do câmpus. Através do Facebook, foram plantadas as primeiras sementes: toda semana, posts que contavam histórias de uma arquiteta de destaque, mostrando sua formação, projetos que marcaram sua carreira e algumas curiosidades.

Luiza Dias, arquiteta e uma das fundadoras, ainda lembra de como o Coletivo Arquitetas Invisíveis tomou força tão rapidamente: “Já no início vimos que o conteúdo merecia algo maior do que só o Facebook e começamos a trabalhar em formas de trazer ele para a vida real. Foi assim que fizemos a primeira exposição Arquitetas Invisíveis junto com uma semana de discussões sobre gênero e a mulher na arquitetura. Alguns professores apoiaram tanto a gente que mudaram ementas de disciplinas e atividades para que os alunos pesquisassem mais sobre mulheres”, relata.

Rapidamente, a onda atingiu outras universidades no país e agregou ao grupo novas integrantes. Hoje, seu principal canal de divulgação é o Instagram, com mais de 6.000 seguidores e seguidoras. Lá, é possível acompanhar todas as atividades do coletivo. No site oficial, é possível encontrar um grande acervo com materiais sobre diversos assuntos relacionados à mulher e arquitetura, como a história de mulheres pioneiras na profissão, teóricas importantes na área, arquitetas que realizaram grandes projetos sociais e sustentáveis, além de mostra de pesquisas estatísticas sobre a presença das mulheres na arquitetura brasileira e mundial.

Visite aqui o site do projeto


Deixe seu comentário