Sofia Soares Dietmann

Há muitos anos, os moradores do bairro Santa Catarina, na cidade de Caçador, não frequentavam mais a área comunitária do bairro. Isso porque o espaço, ocioso e em desuso, já não era visto pelos moradores como um local de lazer e convivência. A construção se situava na região mais carente do bairro e, além do edifício principal, contava com uma área de uso comum com campo para práticas esportivas e parque infantil.

Pensando nisso, a Prefeitura Municipal, em parceria com os moradores da região, propôs, em 2017, a revitalização e requalificação do edifício, que já chegou a abrigar uma creche e posteriormente um programa de hortas comunitárias. Atendendo a solicitações, o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Caçador — IPPUC, juntamente com a Secretaria de Educação, realizou um reconhecimento do local e análise das condições da estrutura da edificação para redefinir o uso do espaço.

O Quintal Social de Caçador, título do projeto, se dará através da elaboração de um projeto arquitetônico de cunho social para a promoção de ações culturais, educativas, lúdicas e atividades físicas. Ainda em construção, o espaço contará com oficinas de dança, música, canto, contação de histórias, projetos de formação ou capacitação profissional, além de desenvolver um ambiente que fortaleça o desenvolvimento social local, como uma cozinha coletiva.

O projeto, totalmente custeado pela prefeitura, atinge um público de aproximadamente dois (2) mil habitantes. Ele é assinado pela arquiteta e presidente do IPPUC, Karina Pompermayer, e pelo designer Alexandre Schemacher: “Na sua grande maioria, estas pessoas não poderiam custear as atividades ofertadas, constituindo-se em uma oportunidade de inclusão social e cultural muito representativa”, relata Pompermayer.


Deixe seu comentário